STIPED non invasive brain stimulation

Qual a missão do STIPED?

Bem-vindo ao site do STIPED, um novo projeto Europeu que pretende oferecer uma nova opção de tratamento para crianças e adolescentes afetados pela Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA) ou pela Perturbação do Espectro do Autismo (PEA).

O STIPED recrutará 517 crianças e adolescentes entre os 10 a 20 anos de idade de toda a Europa (incluindo Alemanha, França e Portugal).

A nova estratégia de tratamento desenvolvida no STIPED baseia-se em métodos de estimulação cerebral inovadores, eficazes e seguros usando estimulação transcraniana por corrente contínua (em inglês, tDCS), uma técnica não-invasiva que fornece ao cérebro correntes diretas de baixa amplitude. O STIPED também introduz um conceito completamente novo de terapia das perturbações mentais baseado na individualização do tratamento, no uso de um dispositivo de tratamento domiciliário (uma touca de elétrodos) e num serviço de telessaúde que permite o controlo remoto da segurança, das configurações de estimulação e a monitorização contínua dos sintomas clínicos.

Este projeto recebeu financiamento do programa de investigação e inovação Horizonte 2020 da União Europeia e envolve a colaboração científica entre 10 universidades, clínicas e empresas em toda a Europa. O projeto estende-se por um período de cinco anos até 31 de dezembro de 2021, sendo coordenado pela Universidade de Kiel (Christian-Albrechts-Universität zu Kiel), na Alemanha.

Search
Home
Menu
Top

News

Dr. Rafal Nowak from Neuroelectrics hosted an amazing webinar with Prof. Dr.... Read more
Professor Christine M. Freitag explains in this video for the DJKJP the Autism... Read more

 

Once again, the WP and Group leaders of the STIPED project came together...

Read more
The STIPED project and the studies carried out at the Bethel Clinic for Child... Read more
Marianne Latinus and Camille Ricou wrote an article for the renowned network The... Read more
A powerful advertising slogan could be "cap against fidgeting" or "cap to... Read more

STIPED on LinkedIn

STIPED on LinkedIn

STIPED on Twitter

STIPED on Facebook

STIPED by Facebook

 
STIPED on Facebook - get more news about the project and follow us!